top of page
Buscar
  • Foto do escritorAlexandre Netto

A sopa de letrinhas da Oftalmologia: entendendo as principais siglas e termos



A oftalmologia, assim como outras áreas da medicina, possui uma série de siglas e termos técnicos que podem causar confusão. Para ajudá-los a entender melhor o significado e a importância de cada um, preparamos uma lista em ordem alfabética com a descrição de cada item.


Ast (Astigmatismo) - É um erro refrativo comum, que ocorre quando a córnea ou o cristalino do olho apresenta uma curvatura irregular, resultando em visão embaçada ou distorcida.


AV (Acuidade Visual) - Medida da capacidade do olho de identificar detalhes e formas de objetos. É expressa como uma fração, sendo o numerador a distância do teste e o denominador a distância em que uma pessoa com visão normal veria o objeto.


BIO (Biomicroscopia) - Exame que utiliza um microscópio especial para avaliar as estruturas internas do olho, como córnea, íris, cristalino e câmara anterior.


BS (Blefarite Seborreica) - Inflamação crônica das pálpebras, geralmente associada à presença de bactérias e excesso de oleosidade na região.


DALK (Deep Anterior Lamellar Keratoplasty) - Técnica de transplante de córnea que substitui apenas as camadas anteriores da córnea, preservando a camada mais profunda (endotélio).


DMRI (Degeneração Macular Relacionada à Idade) - Doença ocular que afeta a mácula, a parte central da retina, e pode levar à perda progressiva da visão central.


DMEK (Descemet's Membrane Endothelial Keratoplasty) - Procedimento de transplante de córnea que substitui apenas a camada mais interna da córnea (endotélio) e a membrana de Descemet.


DR (Retinopatia Diabética) - Complicação ocular comum em pacientes diabéticos, que pode levar à perda da visão devido a danos nos vasos sanguíneos da retina.


ESC (Esclerectomia) - Procedimento cirúrgico utilizado no tratamento do glaucoma, que tem como objetivo aumentar o escoamento do humor aquoso e reduzir a pressão intraocular.


ET (EsoTropia) - Desvio ocular convergente (para dentro) de um ou ambos os olhos, também conhecido como "estrabismo convergente" ou "olho torto".


FACO (Facoemulsificação) - Técnica cirúrgica utilizada para remover a catarata, em que o cristalino opaco é quebrado e aspirado por meio de uma sonda ultrassônica.


FO (Fundo de Olho) - Exame oftalmológico que permite a visualização das estruturas internas do olho, como retina, mácula, nervo óptico e vasos sanguíneos.


GATT(Gonioscopia Assistida por Transiluminação) - Técnica cirúrgica minimamente invasiva utilizada para tratar o glaucoma de ângulo aberto, facilitando o fluxo do humor aquoso através do sistema de drenagem do olho.


H-LASIK (Hyperopic LASIK) - Variação do LASIK, especialmente desenvolvida para o tratamento da hipermetropia, um erro refrativo em que a pessoa enxerga objetos distantes com mais nitidez do que os próximos.


LIO (Lente Intraocular) - Lente implantada no olho para substituir o cristalino natural em cirurgias de catarata ou para corrigir erros refrativos.


LF (Lâmpada de Fenda) - Instrumento utilizado pelos oftalmologistas para examinar as estruturas frontais do olho, como córnea, íris e cristalino.


MAP (Microscopia de Angiofluoresceinografia) - Exame que utiliza fluoresceína e um aparelho especial para capturar imagens da retina e avaliar a circulação sanguínea e a presença de anormalidades.


OBI (Oftalmoscopia Binocular Indireta) - Exame que permite ao médico visualizar o fundo do olho e a retina utilizando um sistema de lentes e um feixe de luz.


PIO (Pressão Intraocular) - Pressão do líquido (humor aquoso) dentro do olho. A medição da PIO é importante para o diagnóstico e acompanhamento do glaucoma.


PTK (Phototherapeutic Keratectomy) - Procedimento a laser usado para tratar algumas condições da superfície da córnea, como cicatrizes, irregularidades e distrofias corneanas.


PRK (Photorefractive Keratectomy) - Técnica cirúrgica que utiliza laser para remodelar a córnea e corrigir erros refrativos. É uma alternativa ao LASIK, especialmente para pacientes com córneas finas ou condições oculares específicas.


RK (Radial Keratotomy) - Cirurgia refrativa que foi bastante popular nas décadas de 1980 e 1990, mas que hoje é raramente realizada. Consistia em realizar incisões radiais na córnea para corrigir erros refrativos como miopia e astigmatismo.


Stent - Dispositivos pequenos e tubulares, utilizados em alguns casos de glaucoma para facilitar o escoamento do humor aquoso e, assim, reduzir a pressão intraocular.


TREC (Transplante de Retina e Epitélio Pigmentar) - Técnica experimental de transplante de retina e epitélio pigmentar da retina para tratar algumas doenças degenerativas.


Tx (Transplante) - Refere-se aos diferentes tipos de transplantes de tecidos oculares, como córnea, esclera e retina.


XT (ExoTropia) - Desvio ocular divergente (para fora) de um ou ambos os olhos, também conhecido como "estrabismo divergente" ou "olho torto".


Agora que você conhece melhor a "sopa de letrinhas" da oftalmologia, fica mais fácil compreender os termos e siglas que encontramos em consultas e exames oftalmológicos. A compreensão dessas siglas é fundamental para que possamos entender melhor as condições oculares e os tratamentos disponíveis, além de permitir que estejamos mais informados ao tomar decisões sobre nossa saúde ocular.


Lembre-se: sempre que tiver dúvidas ou preocupações sobre sua saúde ocular, a melhor opção é procurar um oftalmologista de confiança. Esse profissional poderá avaliar seu caso, esclarecer suas dúvidas e orientá-lo sobre os tratamentos e cuidados mais adequados para a manutenção de uma visão saudável.


19 visualizações0 comentário
bottom of page