top of page
Buscar
  • Foto do escritorRodrigo Pazetto

Alterações oculares na Síndrome de Down: o que você precisa saber


A Síndrome de Down é uma condição genética que afeta cerca de 1 em cada 700 nascimentos, e pode impactar várias áreas da saúde. Entre elas, estão as alterações oculares, que podem ser frequentes e requerem atenção especial. Neste post, abordaremos as principais alterações oculares associadas à essa doença e como cuidar da saúde ocular de pessoas com essa condição.


Estrabismo

O estrabismo é uma condição em que os olhos não estão alinhados corretamente e apontam em direções diferentes. Estima-se que até 45% das pessoas com Síndrome de Down apresentem algum grau de estrabismo, que pode ser corrigido com tratamento adequado.


Erros de refração

Os erros de refração, como miopia, hipermetropia e astigmatismo, são comuns em pessoas com Síndrome de Down. O uso de óculos ou lentes de contato pode corrigir esses problemas e melhorar a visão.


Catarata congênita

A catarata congênita é uma opacidade no cristalino do olho presente desde o nascimento. Embora seja rara na população geral, ocorre com maior frequência em indivíduos com Síndrome de Down. O tratamento geralmente envolve cirurgia para remover a catarata e melhorar a visão.


Blefarite

A blefarite é uma inflamação das pálpebras, que pode causar coceira, vermelhidão e secreção nos olhos. Pessoas com Síndrome de Down têm maior predisposição a essa condição devido à presença de pregas cutâneas adicionais nas pálpebras. O tratamento inclui higiene ocular e, em alguns casos, medicamentos.




Cuidados com a saúde ocular na Síndrome de Down


Consultas regulares ao oftalmologista

É fundamental que pessoas com Síndrome de Down realizem consultas regulares com um oftalmologista. Isso permite identificar precocemente alterações oculares e iniciar o tratamento adequado.


Uso de óculos ou lentes de contato

Se a pessoa com Síndrome de Down apresentar erros de refração, é importante que utilize óculos ou lentes de contato conforme a prescrição médica. Isso ajudará a melhorar a qualidade de vida e o desempenho nas atividades diárias.


Higiene ocular

Manter uma boa higiene ocular é essencial para prevenir e tratar inflamações nas pálpebras, como a blefarite. A limpeza das pálpebras com produtos adequados e a remoção cuidadosa de secreções são práticas importantes.




As alterações oculares na Síndrome de Down são frequentes e requerem atenção especial. A realização de consultas regulares ao oftalmologista, o uso de óculos ou lentes de contato e a manutenção da higiene ocular são medidas cruciais para cuidar da saúde ocular de pessoas com essa condição. Ao estar ciente dessas alterações e adotar os cuidados necessários, é possível melhorar a qualidade de vida e o bem-estar de indivíduos com Síndrome de Down. Informar-se e compartilhar conhecimento é fundamental para apoiar e garantir uma vida mais saudável e feliz a essas pessoas.


318 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page