top of page
Buscar
  • Foto do escritorAlexandre Netto

Biomarcadores do OCT para DMRI: Entenda a importância dessa tecnologia na detecção precoce da doença




A degeneração macular relacionada à idade (DMRI) é uma das principais causas de perda de visão em pessoas com mais de 50 anos. A identificação precoce e o tratamento adequado são fundamentais para minimizar o impacto dessa doença na visão do paciente.


Vamos entender a importância dos biomarcadores do OCT (tomografia de coerência óptica) na detecção precoce da DMRI.


O que é a tomografia de coerência óptica (OCT) e como ela pode ajudar na detecção da DMRI?


A tomografia de coerência óptica (OCT) é uma técnica de imagem não invasiva que permite visualizar a estrutura da retina em alta resolução. Essa tecnologia é fundamental no diagnóstico e acompanhamento da DMRI, pois permite a identificação de alterações na retina antes mesmo do aparecimento de sintomas.


Biomarcadores do OCT para DMRI: quais são e como funcionam?


Os biomarcadores são características observadas nas imagens do OCT que podem indicar a presença ou a progressão da DMRI.


Alguns dos principais biomarcadores do OCT para DMRI incluem:


  • Drusas: acúmulos de material amarelado na retina que podem ser indicativos de DMRI;


  • Atrofia do epitélio pigmentar: afinamento ou perda dessa camada de células na retina, que pode levar à forma seca da DMRI;


  • Neovascularização coroidal: formação de novos vasos sanguíneos na camada coroidal da retina, um sinal da forma úmida da DMRI.


A identificação desses biomarcadores no OCT ajuda os médicos a diagnosticar a DMRI em estágios iniciais, possibilitando um tratamento mais eficaz e a preservação da visão do paciente.

A importância do acompanhamento regular com o oftalmologista


O acompanhamento regular com um oftalmologista é essencial para a detecção precoce de doenças oculares, como a DMRI. A utilização do OCT permite identificar biomarcadores indicativos da doença antes mesmo do aparecimento de sintomas, aumentando as chances de sucesso no tratamento e na preservação da visão.


A tecnologia do OCT e a identificação de seus biomarcadores são fundamentais na detecção precoce da DMRI, permitindo o tratamento adequado e a preservação da visão. 


Não deixe de consultar seu oftalmologista regularmente e informar-se sobre as melhores práticas para manter a saúde dos seus olhos. A prevenção é a melhor forma de cuidar da sua visão!


13 visualizações0 comentário
bottom of page