top of page
Buscar
  • Foto do escritorAlexandre Netto

Coceira nos olhos: causas, tratamento e prevenção

A coceira nos olhos é um sintoma comum que pode afetar pessoas de todas as idades. Apesar de ser um incômodo, na maioria das vezes, não representa um problema sério. 


Continue lendo este artigo para entender as principais causas da coceira nos olhos, as possíveis soluções e dicas para prevenção.


Principais causas da coceira nos olhos


A. Alergias: As alergias oculares são uma das causas mais comuns de coceira nos olhos. Alergias a pólen, poeira, pelos de animais e outros alérgenos podem causar irritação e coceira nos olhos.


B. Conjuntivite: A conjuntivite é uma inflamação da conjuntiva, a membrana transparente que reveste o olho. Existem diferentes tipos de conjuntivite, sendo a alérgica, bacteriana e viral as mais comuns. A coceira nos olhos é um sintoma frequente nos casos de conjuntivite alérgica.


C. Olho seco: A síndrome do olho seco ocorre quando os olhos não produzem lágrimas suficientes ou quando a qualidade das lágrimas é inadequada. Isso pode levar à irritação, coceira e vermelhidão nos olhos.


D. Blefarite: A blefarite é uma inflamação das pálpebras, geralmente causada por infecções bacterianas, alergias ou disfunção das glândulas de Meibomio. A coceira pode ser um sintoma desta condição.


Tratamento da coceira nos olhos


O tratamento da coceira nos olhos depende da causa subjacente:


A. Alergias: O uso de colírios antialérgicos, compressas frias e evitar o contato com os alérgenos são algumas das medidas que podem aliviar a coceira causada por alergias.


B. Conjuntivite: No caso da conjuntivite alérgica, o tratamento pode incluir colírios antialérgicos e anti-inflamatórios. Já a conjuntivite bacteriana pode exigir o uso de colírios antibióticos, enquanto a conjuntivite viral geralmente se resolve sozinha com o tempo.


C. Olho seco: Lubrificantes oculares, como lágrimas artificiais, podem ajudar a aliviar a coceira causada pela síndrome do olho seco. Em casos mais graves, podem ser necessários tratamentos mais específicos, como o uso de medicamentos anti-inflamatórios.


D. Blefarite: A limpeza regular das pálpebras e o uso de compressas mornas podem ajudar no tratamento da blefarite. Em alguns casos, pode ser necessário o uso de medicamentos antibióticos ou anti-inflamatórios.


Prevenção da coceira nos olhos


Algumas medidas podem ajudar a prevenir a coceira nos olhos:


A. Evitar alérgenos: Identificar e evitar os alérgenos que desencadeiam a coceira nos olhos pode ser uma estratégia eficaz na prevenção de crises alérgicas.


B. Manter a higiene ocular: A limpeza adequada das pálpebras e a remoção da maquiagem antes de dormir são importantes para prevenir infecções e inflamações que podem causar coceira nos olhos.


C. Uso de óculos de sol: Proteger os olhos do sol e do vento usando óculos de sol pode ajudar a prevenir a irritação e a coceira nos olhos, especialmente em ambientes externos.


D. Ambiente adequado: Manter o ambiente interno livre de poeira e umidade e utilizar um umidificador de ar em ambientes muito secos pode ajudar a reduzir a coceira nos olhos.


E. Consultar um oftalmologista regularmente: Realizar consultas oftalmológicas periódicas permite que o médico identifique e trate precocemente eventuais problemas oculares que possam causar coceira nos olhos.


Resumo G.C.O - A coceira nos olhos é um sintoma comum que pode ser causado por diversas condições, como alergias, conjuntivite, olho seco e blefarite. 


O tratamento adequado depende da identificação da causa subjacente e pode incluir o uso de colírios, compressas frias ou mornas e medicamentos específicos. 


A prevenção é fundamental e envolve a adoção de medidas como evitar alérgenos, manter a higiene ocular e consultar um oftalmologista regularmente.

720 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page