top of page
Buscar
  • Foto do escritorAlexandre Netto

Comparativo de antissépticos: entenda as diferenças entre álcool gel, álcool 70%, álcool 92%, clorexidina e iodo.


Em tempos de pandemia e crescente preocupação com a higiene, é fundamental conhecer os diferentes antissépticos disponíveis no mercado e suas aplicações.


Faremos uma análise comparativa dos principais produtos antissépticos. Acompanhe!


Álcool gel

  • Composição: álcool etílico 70% e substâncias emolientes (como glicerina)

  • Vantagens: prático, portátil e eficiente na eliminação de germes e bactérias

  • Desvantagens: pode causar ressecamento da pele e não é eficaz contra alguns tipos de vírus

  • Indicação: higienização das mãos e de pequenas superfícies


Álcool 70%

  • Composição: álcool etílico 70% e água

  • Vantagens: eficiente na eliminação de germes, bactérias e vírus, e mais barato que o álcool gel

  • Desvantagens: evapora rapidamente, pode causar ressecamento da pele e é inflamável

  • Indicação: desinfecção de superfícies e utensílios, higienização das mãos em ambientes profissionais


Álcool 92%

  • Composição: álcool etílico 92% e água

  • Vantagens: maior poder de evaporação

  • Desvantagens: menor eficácia como antisséptico em comparação ao álcool 70%, evapora rapidamente e é inflamável

  • Indicação: limpeza de superfícies e utensílios, não indicado para higienização das mãos


Clorexidina

  • Composição: clorexidina, um composto químico de amplo espectro

  • Vantagens: eficaz contra bactérias, fungos e alguns vírus, e menor irritabilidade para a pele

  • Desvantagens: menos eficiente na eliminação de vírus em comparação ao álcool, pode causar manchas em tecidos

  • Indicação: antissepsia da pele e de superfícies em ambientes hospitalares e profissionais


Iodo

  • Composição: iodo e outras substâncias, como polivinilpirrolidona (PVP-I, conhecido como PVPI)

  • Vantagens: eficaz contra bactérias, fungos, vírus e esporos, e menor irritabilidade para a pele

  • Desvantagens: mancha a pele e tecidos, pode causar alergias e irritações

  • Indicação: antissepsia da pele em procedimentos cirúrgicos e ambientes hospitalares


Conclusão

A escolha do antisséptico ideal depende do objetivo e do local de aplicação. O álcool gel e o álcool 70% são indicados para higienização das mãos e de pequenas superfícies, enquanto a clorexidina e o iodo são mais adequados para ambientes hospitalares e procedimentos cirúrgicos. Já o álcool 92% é mais indicado para limpeza de superfícies e utensílios, mas não deve ser utilizado na higienização das mãos.



É importante lembrar que a higiene das mãos é essencial para a prevenção de doenças e que cada produto tem suas especificidades. Portanto, informe-se e escolha o antisséptico mais adequado para cada situação, garantindo assim uma higiene eficiente e segura.


Além disso, é fundamental seguir as recomendações dos órgãos de saúde e dos fabricantes dos produtos, como o tempo de contato do antisséptico com a pele ou superfície, para garantir sua eficácia.


Sempre que possível, consulte um profissional de saúde para orientações específicas sobre o uso de antissépticos e higiene pessoal.


30 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page