top of page
Buscar
  • Foto do escritorAlexandre Netto

Descolamento de retina: conheça os três tipos e como identificá-los


Entenda as diferenças entre os três tipos de descolamento de retina e quais são os principais sinais a serem observados. 


O descolamento de retina é uma condição ocular grave que pode levar à perda da visão se não for tratada adequadamente. 

Conheça a seguir, de forma simples e didática, os três tipos de descolamento de retina - Regmatogênico, Tracional e Exsudativo - e como identificar os sintomas em cada caso.


O que é descolamento de retina?


A retina é a camada sensível à luz localizada na parte de trás do olho, responsável por captar imagens e enviá-las ao cérebro. O descolamento de retina ocorre quando a retina se separa do tecido subjacente, interrompendo o fluxo sanguíneo e a função celular.


Essa condição pode levar à perda parcial ou total da visão se não for tratada a tempo.


Descolamento de retina regmatogênico

O descolamento de retina regmatogênico é o tipo mais comum e ocorre quando há uma ruptura ou laceração na retina, permitindo a entrada de líquido vítreo sob a retina.


Essa ruptura é geralmente causada por alterações no humor vítreo, que encolhe com o envelhecimento, tracionando a retina e causando a ruptura. O descolamento regmatogênico é mais frequente em pessoas míopes, que sofreram algum trauma ocular ou que têm histórico familiar de descolamento de retina.


Descolamento de retina tracional


O descolamento de retina tracional é causado pela tração exercida sobre a retina por membranas fibrosas ou tecido cicatricial, geralmente associadas a condições como retinopatia diabética ou inflamação ocular. Neste caso, a retina é puxada e descolada do tecido subjacente, sem a presença de uma ruptura.


Descolamento de retina exsudativo


O descolamento de retina exsudativo, também conhecido como descolamento seroso, ocorre quando líquido se acumula sob a retina devido a inflamações, tumores ou doenças vasculares. Neste tipo de descolamento, não há ruptura nem tração sobre a retina, sendo geralmente uma consequência de outras condições médicas.


Sinais de alerta e tratamento


Os sinais de descolamento de retina podem variar, mas geralmente incluem:


  • Flashes de luz ou "relâmpagos" no campo visual

  • Aumento repentino de "moscas volantes" (pontos ou manchas escuras que se movem pelo campo visual)

  • Perda súbita da visão parcial ou total


Se você apresenta algum desses sintomas, é importante procurar atendimento médico imediatamente.


O tratamento do descolamento de retina pode incluir cirurgias, como vitrectomia, retinopexia pneumática ou introflexão escleral, dependendo do tipo e da gravidade do descolamento. O oftalmologista avaliará cada caso para determinar a melhor abordagem terapêutica.

Resumo G.C.O: O descolamento de retina é uma condição ocular séria, e é fundamental entender os diferentes tipos - regmatogênico, tracional e exsudativo - e seus respectivos sinais de alerta. Ao identificar os sintomas precocemente, é possível buscar tratamento adequado e prevenir a perda de visão.


Se você apresenta algum dos sintomas mencionados, não hesite em procurar um oftalmologista para avaliação e tratamento imediatos.


20 visualizações0 comentário
bottom of page