top of page
Buscar
  • Foto do escritorAlexandre Netto

Entenda a doença de Harada: causas, sintomas e tratamento

Atualizado: 11 de abr.


Conheça a doença de Harada, uma condição rara que afeta os olhos e o sistema imunológico, e saiba como ela é diagnosticada e tratada


A doença de Harada, também conhecida como síndrome de Vogt-Koyanagi-Harada (VKH), é uma condição rara que afeta os olhos e o sistema imunológico.


Para um estudo breve do assunto, abordaremos de maneira simples e acessível o que é a doença de Harada, suas causas, sintomas, diagnóstico e tratamento.


O que é a doença de Harada?


A doença de Harada é uma doença inflamatória autoimune que afeta principalmente a úvea, a camada vascular do olho, composta pela íris, corpo ciliar e coroide. Essa condição pode levar à inflamação em outras partes do corpo, como pele, cabelo, ouvidos e sistema nervoso central.


Causas


A causa exata da doença de Harada ainda não é totalmente compreendida, mas acredita-se que esteja relacionada a uma resposta imunológica anormal do organismo. Fatores genéticos e ambientais também podem contribuir para o desenvolvimento dessa condição. A doença é mais comum em pessoas de ascendência asiática, hispânica e indígena.


Sintomas


Os sintomas da doença de Harada podem variar de acordo com a fase da doença e podem incluir:

  • Dor e vermelhidão nos olhos

  • Sensibilidade à luz (fotofobia)

  • Visão embaçada ou perda da visão

  • Manchas escuras no campo visual

  • Dor de cabeça e tontura

  • Perda auditiva

  • Alterações na pele e cabelo, como vitiligo e alopecia


Diagnóstico


O diagnóstico da doença de Harada é feito com base nos sintomas apresentados pelo paciente e em exames oftalmológicos específicos, como angiografia fluoresceínica e tomografia de coerência óptica (OCT). O médico também pode solicitar exames de imagem, como ressonância magnética, e análises laboratoriais para descartar outras condições que possam causar sintomas semelhantes.


Tratamento


O tratamento da doença de Harada tem como objetivo controlar a inflamação e prevenir complicações, como o glaucoma e a perda permanente da visão. Os medicamentos utilizados incluem corticosteroides, imunossupressores e, em alguns casos, medicamentos biológicos.


O acompanhamento regular com um oftalmologista é essencial para monitorar a evolução da doença e ajustar o tratamento conforme necessário.


A doença de Harada é uma condição rara e complexa que requer um diagnóstico cuidadoso e tratamento adequado para evitar complicações.


Se você apresenta sintomas que podem indicar a doença de Harada, procure um médico oftalmologista para uma avaliação detalhada e orientação sobre o tratamento mais adequado.


Embora a causa exata dessa condição ainda não seja totalmente conhecida, é importante estar ciente dos sinais e sintomas e buscar atendimento médico o quanto antes. O diagnóstico precoce e o tratamento apropriado podem ajudar a controlar a inflamação e prevenir complicações graves, como a perda permanente da visão.

1.080 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page