top of page
Buscar
  • Foto do escritorAlexandre Netto

Luxturna: Uma Inovação no Tratamento da Retinose Pigmentar

Atualizado: 17 de mai. de 2023


A retinose pigmentar é uma doença ocular genética rara que provoca a perda progressiva da visão. 


Até recentemente, as opções de tratamento eram limitadas, mas um avanço importante surgiu com o Luxturna, o primeiro tratamento genético aprovado para uma forma específica de retinose pigmentar. 


Neste artigo, vamos explicar o que é o Luxturna, como funciona e como ele pode beneficiar pacientes com essa condição.


O que é a retinose pigmentar?


  1. A retinose pigmentar é uma doença hereditária que afeta as células fotossensíveis da retina, chamadas bastonetes e cones.


 Essas células são responsáveis por captar a luz e enviá-la ao cérebro, onde é processada e transformada em imagens. 

A retinose pigmentar leva à degeneração progressiva dessas células, resultando em perda de visão noturna, diminuição do campo visual e, eventualmente, cegueira.


O que é o Luxturna?


  1. O Luxturna (voretigene neparvovec) é uma terapia genética desenvolvida para tratar pacientes com retinose pigmentar causada por mutações no gene RPE65. 


Essa forma específica da doença é conhecida como distrofia retiniana associada ao gene RPE65.


O Luxturna é um medicamento inovador, sendo o primeiro tratamento genético aprovado para uma doença ocular hereditária.


Como funciona o Luxturna?


  1. O Luxturna funciona fornecendo uma cópia funcional do gene RPE65 às células da retina afetadas pela doença.


O tratamento é administrado através de uma injeção subretiniana, que insere o medicamento diretamente na retina.

Uma vez dentro das células, a cópia saudável do gene RPE65 permite a produção de uma proteína essencial para a função normal das células fotossensíveis, melhorando a visão e evitando a progressão da doença.


  1. Benefícios do Luxturna


A. Melhoria da visão:

Pacientes tratados com Luxturna apresentaram melhora na função visual, incluindo a visão noturna e a capacidade de enxergar objetos e movimentos.


B. Redução da progressão da doença:

O Luxturna ajuda a frear a degeneração das células fotossensíveis da retina, reduzindo a progressão da retinose pigmentar.


C. Tratamento específico:


O Luxturna é direcionado especificamente às mutações no gene RPE65, aumentando a eficácia e a segurança do tratamento.


No presente artigo oferecemos informações específicas sobre o tratamento inovador para conhecimento do paciente, e chegamos às seguintes conclusões sobre o objeto de estudo:


O Luxturna representa um avanço significativo no tratamento da retinose pigmentar, oferecendo uma opção terapêutica inovadora para pacientes com a forma da doença associada ao gene RPE65. 


Se você ou alguém que você conhece tem retinose pigmentar, é importante consultar um oftalmologista especializado em doenças genéticas oculares para discutir as opções de tratamento e avaliar a possibilidade de utilizar o Luxturna. 


A pesquisa e o desenvolvimento de terapias genéticas, como o Luxturna, têm o potencial de transformar o tratamento de doenças oculares hereditárias, melhorando a qualidade de vida dos pacientes e ajudando-os a preservar a visão.


Ainda que o Luxturna seja uma grande conquista, vale lembrar que ele trata apenas uma forma específica de retinose pigmentar. 


Por isso, é fundamental que a pesquisa na área continue avançando, para que outras terapias genéticas possam ser desenvolvidas e beneficiar pacientes com outras formas da doença.


Se você suspeita que pode ter retinose pigmentar ou outra doença ocular hereditária, é fundamental procurar um especialista em oftalmologia para realizar um diagnóstico preciso e discutir as opções de tratamento disponíveis.


Lembre-se de que a detecção precoce é a chave para o sucesso no tratamento de muitas condições oculares, e o acompanhamento regular com um oftalmologista é essencial para a saúde dos seus olhos.

1.260 visualizações0 comentário
bottom of page