top of page
Buscar
  • Foto do escritorRodrigo Pazetto

Pressão intraocular elevada: você sabe o que é?



A hipertensão ocular ocorre quando existe um desequilíbrio entre a produção de líquido ocular (humor aquoso) e sua eliminação, o que leva a um acúmulo de líquido dentro do olho, aumentando a pressão ocular e podendo causar a morte das células sensoriais (conhecido como glaucoma). Muitas vezes essa elevação da pressão intraocular não se manifesta através de sintomas, sendo necessário realizar o exame oftalmológico. A alteração na PIO (pressão intraocular) pode ser notada através de alguns sinais, tais como:


- Dor intensa nos olhos

- Dor de cabeça forte

- Vermelhidão nos olhos

- Visão turva e embaçada

- Dificuldades para enxergar

- Náusea e vômito

- Aumento de tamanho das pupilas

- Redução da visão periférica


As principais causas dessa pressão intraocular elevada podem estar associadas a uma produção do líquido ocular em excesso ou obstrução do sistema de drenagem no olho. Também podem ter relação genética (histórico familiar de glaucoma), medicamentosa (uso de prednisona ou dexametasona), traumática (lesões ocasionadas por pancadas, sangramentos, inflamações, etc) ou até mesmo pela realização de cirurgias nos olhos, principalmente com procedimentos para tratamento de cataratas.


A pressão alta nos olhos acomete adultos, idosos e crianças, por isso recomendamos que consulte seu oftalmologista para realizar os exames preventivos necessários.


24 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page